Tendência Pedagógica

Definimo-nos, segundo classificação do Professor Libâneo (1983) 2, como progressistas dos conteúdos, onde a atuação da escola encontra-se respaldada em conteúdos significativos e contextualizados, levando seus alunos à reflexão, ao diálogo e ao desenvolvimento de uma consciência crítica, com vistas à formação de indivíduos ativos capazes de contribuir para a transformação da sociedade através do reconhecimento pleno da cidadania.

Torna-se importante ressaltar que, dentro desta proposta, não há espaço para um educador autoritário. Educador e educando participam ativamente do processo ensino-aprendizagem onde, ao professor, cabe a função de mediador e motivador do aluno, auxiliando-o na construção do conhecimento e no alcance da autonomia.

Educar para formar um indivíduo que possua a instrumentalização necessária dos conteúdos para a atuação efetiva nas tarefas profissionais, bem como um indivíduo consciente das questões sociais, nos parece ser o caminho mais promissor em busca de uma educação integral.