• DEVER DE CASA

    Mai 23

    GEOGRAFIA

    GEOGRAFIA

    Questões do caderno.

  • TRABALHOS E ATIVIDADES

    Mai 23

    HISTÓRIA DA ARTE - VALENDO 5,0 PONTOS

    No dia 03/06 (segunda-feira), os(as) alunos(as) deverão trazer 1 tela pequena comum de algodão (preferencialmente tamanho 16x22) e 1 pincel médio.

    A tela pode ser encontrada nas principais papelarias. 

  • CIRCULAR

    Mai 22

    Edital Sobre a Feira Cultural e de Ciências 2019

      CEMP – Centro Educacional Marapendi

     

             Rio de Janeiro, 22 de maio de 2019.

     

         Comunicado sobre a Feira Cultural e de Ciências 2019

     

    • PROPOSTA

     

    Neste ano letivo, a proposta é a de fazermos uma feira dinâmica e plural, envolvendo Cultura e Ciências.

    Em sendo assim, a ideia está assentada na livre escolha dos temas por parte dos alunos, que, após a sua organização em grupos, também poderão escolher um professor orientador para ajudá-los no desenvolvimento dos seus trabalhos.

     

    • PATRONO: Marcelo Gleiser  

     

    Físico teórico, professor, escritor e colunista do jornal Folha de São Paulo e da National Public Radio (NPR), Marcelo Gleiser é internacionalmente reconhecido no meio acadêmico. Membro da Academia Brasileira de Filosofia e da American Physical Society, é autor de best-sellers, como A dança do universo (prêmio Jabuti de 1998), O fim da terra e do céu (prêmio Jabuti de 2002), além de Criação imperfeita, traduzidos para diversos idiomas. Professor de física e astronomia na Dartmouth College nos Estados Unidos desde 1991, recebeu o prêmio Presidential Faculty Fellows Award da Casa Branca por sua dedicação à pesquisa e ao ensino.

    Este ano foi o vencedor do Prêmio Templeton 2019, criado em 1972, uma espécie de “Nobel da espiritualidade”, já concedido a nomes como Madre Teresa de Calcutá (em 1973) e Dalai Lama (em 2012). Foi o primeiro latino-americano a ser premiado em face de sua contribuição excepcional em afirmar a dimensão espiritual da vida, seja por insights, descobertas ou trabalhos práticos.

    De modo geral, em sua carreira, Gleiser revela os vínculos históricos, filosóficos e culturais entre ciência, humanidades e espiritualidade, defendendo uma abordagem complementar ao conhecimento, especialmente em questões em que a ciência não pode fornecer uma resposta.

    Assim, o viés interdisciplinar e multicultural de sua produção intelectual se coaduna com a proposta de uma Feira Cultural e Científica, plural e diversa, como é a proposta para esse trabalho em 2019.

     

    • ORGANIZAÇÃO DOS GRUPOS

     

    6º ano A: 2 grupos, um com 9 alunos, 1 com 8 alunos;

    6º ano B: 2 grupos com 9 alunos;

    6º ano C: 3 grupos com 8 alunos;

     

    7º ano A: 3 grupos, dois com 9 alunos, 1 com 10 alunos;

    7º ano B: 3 grupos, dois com 9 alunos, 1 com 10 alunos;

     

    8º ano A: 2 grupos com 9 alunos;

    8º ano B: 2 grupos, um com 9 alunos, 1 com 10 alunos;

     

    9º ano A e B: 6 grupos de 8 alunos, podendo mesclar alunos entre as duas turmas;

     

    1º ano A e B: 3 grupos com 9 alunos e 2 grupos com 10 alunos, podendo mesclar alunos entre as duas turmas;

     

    2º ano A: 4 grupos com 9 alunos.

     

    Obs.: A partir da aprovação da inscrição inicial, não será permitida a troca de grupos.

     

    • O PAPEL DO PROFESSOR ORIENTADOR

     

    1) O professor orientador poderá ser escolhido para ajudar no máximo a dois grupos, a depender de sua disponibilidade, podendo orientar apenas um, ou dividir a orientação com algum colega da área que esteja sem grupo de orientação, valendo o grupo que primeiro apresentar a proposta assinada pelo tutor;

    2) O professor orientador deverá ajudar a grupos cujos temas sejam pertinentes, preferencialmente, a sua área de atuação;

    3) O professor orientador poderá ajudar no desenvolvimento dos trabalhos sugerindo materiais de pesquisa, formas de apresentação e de organização. O trabalho deverá ser desenvolvido pelos alunos, e submetido, conforme cronograma de atividades a ser estabelecido entre o tutor e seu grupo, ao crivo do professor.

    4) O descumprimento do cronograma, a falta de empenho e de interesse poderá levar o professor a declinar da orientação, acarretando a eliminação do grupo da Feira.

     

    • TEMAS

    1) Apesar da livre escolha dos temas por parte dos grupos, a coordenação e a orientação pedagógica avaliarão as temáticas escolhidas, cuidando para que nenhuma temática desrespeite as instituições democráticas.

    2) Nenhum tema poderá se repetir. Caso mais de um grupo escolha o mesmo assunto, a preferência na manutenção da temática será do grupo de alunos da série mais baixa.

     

    • INCRIÇÕES

     

    1) Após a divisão dos grupos, cada grupo deverá pegar uma ficha de inscrição, a qual deverá preencher e entregar à coordenação em no máximo duas semanas, a contar da data de recebimento da ficha, contendo o tema escolhido, sua descrição, o nome dos membros do grupo, além do nome e da assinatura do professor orientador.

    2) Em um segundo momento do processo de orientação, os grupos receberão uma segunda ficha, que também deverá ser preenchida e devolvida à coordenação em até uma semana após o seu recebimento, contendo uma descrição mais minuciosa do tema escolhido, bem como os recursos que o grupo pretende utilizar em seu trabalho, além do local escolhido para a apresentação do mesmo.

    3) O professor orientador, bem como os componentes do grupo, poderão apontar os alunos que eventualmente não estejam participando da produção do trabalho. Nesse caso, o aluno não concorrerá à pontuação extra.

     

    • DOS RECURSOS

     

    1) A escola disponibilizará cadeiras e mesas de acordo com a solicitação dos grupos .

    2) Todos os outros recursos e materiais deverão ser providenciados pelos grupos, tais como extensão, computador, TNT, e demais itens de papelaria.

     

    • AVALIAÇÃO

     

    1) Os trabalhos serão avaliados no dia da feira por pessoas da comunidade escolar a serem escolhidas pela direção e pela coordenação, que atuarão fazendo suas avaliações sem que os alunos saibam.

    2) Os trabalhos poderão obter as seguintes avaliações:

     

    a)      Excelente (entre 9 e 10 pontos): acrescentando 2,5 pontos nas três piores notas dos testes do 4º bimestre;

     

    b)      Muito bom (entre 7 e 8 pontos): acrescentando 1,5 pontos nas duas piores notas dos testes 4º bimestre;

     

    c)      Bom (entre 6 e 5 pontos): acrescentando 1,0 ponto em uma pior nota dos testes do 4º bimestre;

     

    d)     Regular (abaixo de 5 pontos): acrescentando 0,5 ponto em uma pior nota dos testes do 4º bimestre.

     

    • CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

     

    1) Criatividade – 2 pontos

    Neste critério, será avaliada a originalidade no planejamento e/ou na execução do trabalho, considerando também o esforço dedicado ao trabalho exposto.

     

    2) Pensamento crítico e científico – 3 pontos

    Neste critério, serão avaliados o uso de classificações, observações precisas e/ou a utilização de experimentos controlados, levando em conta a aplicação de metodologia científica, o amparo expositivo baseado em teorias científicas, bem como a profundidade e complexidade da pesquisa.

     

    3) Execução – 2 pontos

    Neste critério, será avaliada a construção do trabalho, bem como o desenvolvimento explicativo da temática abordada, além da limpeza, da organização e da precisão na exposição do tema, montagem e desmontagem dos trabalhos.

     

    4) Clareza – 2 pontos

    Neste critério, será avaliada a clareza do trabalho, ou seja, a possibilidade de qualquer pessoa conseguir entender o trabalho exposto. Para atingir esta clareza, há que se atentar para os títulos, as etiquetas e legendas, as descrições e todo o material visual, que deverão estar escritos e referidos corretamente.

     

    5) Participação – 1 ponto

    Neste critério, será avaliado o comprometimento dos alunos durante a apresentação de seus trabalhos na Feira, sua desenvoltura e integração com o grupo.

     

    • DATAS

     

    1) Pegar na coordenação a ficha de inscrição inicial no dia: 27/05/12019.

     

    2) A organização dos grupos e a entrega da primeira ficha de inscrição deverá ocorrer até o dia: 07/06/2019.

     

    3) A entrega da segunda ficha de inscrição deverá ocorrer até o dia: 16/08/2019.

     

    4) A entrega da versão final do trabalho ao professor deverá ocorrer até o dia: 27/09/2019.

     

    5) A data de culminância da Feira Cultural e Científica ocorrerá no dia: 05/10/2019.

     

  • DEVER DE CASA

    Mai 22

    PORTUGUÊS

    PORTUGUÊS

    Apostila, páginas 78 até 80.

  • DEVER DE CASA

    Mai 20

    PORTUGUÊS

    PORTUGUÊS

    Livro, página 126 até 128.

  • CIRCULAR

    Mai 17

    ENTREGA DE BOLETIM.

    Os boletins foram entregues.

  • PROVAS E TESTES

    Mai 17

    CALENDÁRIO E CONTEÚDO DE TESTES - 2º BIMESTRE

    CALENDÁRIO DE TESTE - 2º BIMESTRE - 7º ANO - 2019

    DATA

    COMPONENTE CURRICULAR

    27/05 - seg

    Geometria

    28/05 - ter

    História e Inglês

    29/05 - qua

    Português

    30/05 - qui

    Geografia e Ciências

    03/06 - seg

    Álgebra

     

    Português: O advérbio; Sujeito e predicado; Tipos de sujeito; O sujeito e o predicado na construção do texto; Núcleo do sujeito; Ortografia: mal ou mau?

     

    Álgebra: Capítulo 2 - Números racionais

    - Os números racionais no dia a dia

    - Conhecendo um pouco mais os números racionais

    - Representação dos números racionais na reta numérica 

    - Módulo de um número racional 

    - Comparação de números racionais

    - Adição e subtração de números racionais 

    - Multiplicação e divisão de números inteiros

     

     

    Geometria: Cap. 10 - Transformações Geométricas

           Isometrias: Translação, rotação, reflexão e reflexão em relação a uma reta.

           Cap. 11 - Área do paralelogramo: retângulo, quadrado e paralelogramo oblíquo.

     

    História: Capítulo 5: Renascimento e as reformas.

    Geografia: Cap. 6 – As atividades do campo brasileiro.

                  Cap. 7 – Os problemas no campo brasileiro.

    Ciências: Capítulo 6 - Bactérias (apenas)

                     Capítulo 7 - Protozoários, algas e fungos 

     

    Inglês: Unidade 4.

  • DEVER DE CASA

    Mai 16

    MATEMÁTICA

    ÁLGEBRA

    Página 67

  • DEVER DE CASA

    Mai 16

    GEOGRAFIA

    GEOGRAFIA

    Livro, páginas 76 e 77.

  • TRABALHOS E ATIVIDADES

    Mai 16

    CIÊNCIAS

    ATIVIDADE DE CIÊNCIAS - VALENDO PONTO

    Tema: DOENÇAS VIRAIS

    Objetivo 1) Confeccionar um modelo didático do vírus causador da doença sorteada em sala. É importante que todas as estruturas do vírus estejam representadas e nomeadas. O modelo didático deverá ser confeccionado em cima de uma base (isopor, madeira, papelão, etc).

    Objetivo 2) Confeccionar um cartaz - Pesquisar 4 reportagens sobre a doença, imprimir a primeira página das reportagens e colar no cartaz que deverá conter o nome da doença e nome dos integrantes do grupo.

    APRESENTAÇÃO:

    O grupo deverá abordar de que forma a doença é transmitida, formas de tratamento e curiosidades sobre a doença. Além disso, cada reportagem deverá ser explicada durante a apresentação.

    OBS 1: A maquete e o cartaz devem estar com os nomes do grupo.

    OBS 2: Os grupos já foram organizados em sala e os temas sorteados.

    Valendo: 1,5 na Prova do 2º Bimestre

    DATA DA APRESENTAÇÃO: 

    7A: 13/06 e 14/06 (se necessário)

    7B: 14/06